MPRJ reprime propaganda ilegal na eleição deste domingo

Agentes da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) e do Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça (GAP) do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro apreenderam, na madrugada deste domingo (05/10), milhares de “santinhos” de candidatos, que estavam sendo lançados na via pública próximo aos locais de votação. As maiores apreensões ocorreram em Queimados, Paracambi, Japeri, Duque de Caxias e São Gonçalo. 

Um suposto fiscal do Tribunal Regional Eleitoral, com colete e carteira de identificação do TRE, foi detido na Rua Francisco Portela, no bairro do Patronato, São Gonçalo, em frente à faculdade da UERJ, com 3.700 santinhos. Segundo os agentes, ele foi flagrado jogando os folhetos no passeio público. O suposto fiscal foi encaminhado à sede da Polícia Federal, em Niterói.

Em São Gonçalo, também foram apreendidos cerca de 28 mil itens, entre panfletos, placas e adesivos de candidatos a deputado estadual, federal e governador, a maioria na Avenida Nilo Peçanha, no Centro. 

Em Paracambi, cerca de 55 mil “santinhos” foram recolhidos pelos agentes em um carro na Rua Prefeito Plínio Moura, em Lages, próximo à escola Odete Teixeira. 

No município de Queimados, aproximadamente 20 mil panfletos estavam em dois carros e em um caminhão-baú, no Centro do município. Em Japeri houve 43 mil apreensões e, em Caxias, foram feitas apreensões em pelo menos cinco endereços. O material ainda está sendo contabilizado.

Todos os itens apreendidos foram fotografados e os responsáveis pela distribuição, identificados. As informações recolhidas deverão instruir procedimentos a serem encaminhados à Procuradoria Regional Eleitoral para eventual propositura das representações eleitorais cabíveis.