Por ordem de TRE-RJ, Google tira do ar vídeo ofensivo a Garotinho

Por determinação da coordenadora estadual da fiscalização, juíza Daniela Assumpção de Souza, a Google Brasil retirou, nesta terça-feira (30), o vídeo "Você me Conhece", do canal de humor "Porta dos Fundos", veiculado no Youtube. Postado na segunda-feira (29), quando teve mais de 188 mil visualizações, o vídeo faz propaganda negativa do candidato ao governo Anthony Garotinho (PR), associando o ex-governador a um criminoso fictício que se candidata a deputado federal. Em caso de desobediência, a empresa pagaria multa diária de R$ 100 mil.

Com uma arma apontada para a cabeça de um refém, chamado de "Marcelo", o candidato a deputado federal Tião do Fuzil ameaça "dar um tiro na cabeça dele", se não receber o voto do "eleitor brasileiro". O candidato ainda lembra que o povo pode confiar nele, porque "o Brasil sabe que eu nunca roubei, matei nem estuprei ninguém sem motivo". 

Após dizer que também sequestrou a mãe, o pai, a irmã e a mulher do refém Marcelo, o criminoso anuncia o bordão "pela família, pela vida, vote Tião; para governador, Garotinho", que foi considerado ofensivo ao candidato do PR.