Cabos eleitorais acusam candidata de calote no Rio

Moradores da comunidade Fazendinha, no Complexo do Alemão, seis cabos eleitorais de uma candidata a deputada federal do PMDB denunciaram ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro nesta quinta (25), que não receberam pagamento por dois meses de serviços prestados na campanha. 

Na denúncia à coordenadoria estadual de fiscalização do TRE-RJ, eles alegaram ter distribuído panfletos, com previsão de pagamento nos dias 5 e 20 de setembro por quinzena trabalhada. 

Há quinze dias, dizem os cabos eleitorais, a candidata teria alegado "problemas operacionais" e prometido regularizar a situação. O setor responsável pela análise da prestação de contas no tribunal deverá cobrar da candidata essa despesa com pessoal.