Apreendida mais de uma tonelada de propaganda de candidato 'criativo'

Mais de uma tonelada de santinhos, placas, jornais e adesivos de um deputado estadual e candidato à reeleição pelo PMN foi apreendida, na manhã desta quinta-feira (25), num galpão em frente ao portão 9 do Estádio do Maracanã, na Rua Eurico Rabelo, 125. 

O material de campanha exibia uma estilização do nome do candidato, que trocava a letra "Q" por um desenho do Maracanã - concessão pública - e da rampa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), quando a legislação proíbe o uso de imagens que associem candidatos a órgãos governamentais ou empresas públicas.

Acionada pelo e-Denúncia, a fiscalização do Tribunal Regional Eleitoral retirou toda a propaganda encontrada no galpão, que servia para a montagem, estoque e distribuição do material de campanha do candidato do PMN. Foram verificadas ainda divergências entre a quantidade de propaganda e a tiragem declarada, além da ausência de algumas notas fiscais. O relatório com as fotos será enviado ao Ministério Público Eleitoral (MPE), responsável por ajuizar as ações cabíveis.