Datafolha-SP: Russomanno soma 35%, Serra tem 21%, e Haddad, 16% 

O candidato do PRB à prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, segue em crescimento nas pesquisas eleitorais e abriu 14 pontos de vantagem para o segundo colocado José Serra, do PSDB, segundo pesquisa do instituto Datafolha, encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo e divulgada nesta quarta-feira. Russomanno saltou de 31% para 35% nas intenções de voto, enquanto o tucano teve queda de 22% para 21%. A margem de erro do levantamento é de três pontos.

A pesquisa foi realizada nos dias 3 e 4 de setembro, com 1.078 entrevistados, e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número SP-00711/2012. Os dados anteriores do instituto são referentes aos dias 28 e 29 de agosto.

Fernando Haddad, do PT, somou dois pontos desde o último levantamento e chegou a 16 pontos. Levando em conta a margem de erro, o petista está em empate técnico com José Serra.

Em quarto lugar na preferência dos eleitores paulistanos, Gabriel Chalita, do PMDB, manteve os 7% da pesquisa anterior. Soninha Francine, do PPS, subiu de 4% para 5%; enquanto Paulinho da Força, do PPS, foi de 2% a 1%.

Segundo turno

De acordo com a pesquisa, Russomanno sairia vitorioso em cenários de segundo turno tanto contra Serra quanto Haddad. Em uma disputa com o tucano, ele seria eleito com 58% contra 30%. Contra o petista, a vantagem de Russomanno seria semelhante: 56% ante 30%.

Um segundo turno entre Serra e Haddad seria vencido pelo petista, por 46% a 37%. É a primeira vez que o instituto simula esses cenários.

Na pesquisa espontânea, em que o entrevistador faz a pergunta sem mostrar os nomes dos candidatos, Russomanno subiu de 18% para 25%. Serra manteve os 13% da pesquisa anterior. Haddad foi de 9% para 11%. Outros 2% dizem apenas que irão votar "no candidato do PT"

O Datafolha questionou se os eleitores ainda cogitam mudar de candidato até o dia da eleição. Em toda a cidade, 60% dizem que estão totalmente decididos. Entre os que declaram voto a Russomanno, 69% descartam uma troca, índice mais alto nesse quesito. No grupo dos que votam em Haddad, 67% afirmam estar totalmente decididos. Já entre os eleitores de Serra, o índice foi de 57%.

Serra segue com maior rejeição

A rejeição de Serra caiu de 43% para 42%, mas segue sendo a maior entre os candidatos. Russomanno também teve recuo no índice, de 15% para 12%.

Para 43% dos entrevistados, Russomanno é o favorito para vencer a eleição. Serra é citado como futuro vencedor por 19%. Haddad é apontado como o mais cotado por 13%. Outros 22% não sabem quem ganhará.