Panorama das eleições municipais de Nilópolis 

Tudo caminha para que os mais de 124 mil eleitores de Nilópolis, que respondem por 1,06% do eleitorado estadual, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), tenham, praticamente, as mesmas opções de voto da eleição passada. Além do atual prefeito, Sergio Sessim (PP), Manuel Rosa, o Neca (PR), e Alessandro Calazans (PMN) concorreram no pleito passado.

Os dois últimos, que ficaram em 2º e 3º lugar, respectivamente, em 2008, lutam para desbancar a influência da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis na eleição municipal. Desde 2001, o prefeito eleito tem alguma relação com a agremiação. O antecessor de Sergio Sessim, por exemplo, é o atual presidente da Azul e Branco.

>> Panorama das eleições municipais de Nova Iguaçu

>> Panorama das eleições municipais de Duque de Caxias

>> Panorama das eleições municipais de Niterói

>> Panorama das eleições municipais do Rio de Janeiro

>>Panorama das eleições municipais de São Gonçalo

>> Panorama das eleições municipais de São João de Meriti

Sergio Sessim (PP)

Fez sua estreia na política em 2008, quando elegeu-se prefeito de Nilópolis, com 42,78% dos votos válidos, totalizando 41.762 votos. Ele sucedeu Farid Abrahão David, atual presidente da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, seu tio, de quem foi secretário de Obras, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, entre 2001 e 2008.

Sérgio é filho de Simão Sessim, ex-prefeito de Nilópolis, e que está no oitavo mandato consecutivo como deputado federal. Aniz Abraão David, patrono da Beija-Flor, e contraventor preso pela Polícia Federal, é tio do atual prefeito.

Manuel Rosa, o Neca (PR)

Iniciou sua carreira política como vereador de Nilópolis em 1982, quando chegou a ser presidente da Câmara municipal. Mais tarde foi vice-prefeito da cidade. Em 1990, foi eleito deputado estadual. Dois anos depois elegeu-se prefeito.

No início dos anos 2000, presidiu a Empresa de Obras Públicas do Estado (EMOP), vinculada a Secretaria estadual de Obras. Em 2008, foi derrotado nas eleições pelo atual prefeito, Sergio Sessim, quando obteve 33,60% do eleitorado (ou 32.794 votos).

Alessandro Calazans (PMN)

Deputado estadual em seu terceiro mandato consecutivo, Calazans iniciou a carreira política como vereador em Nilópolis, no ano de 1995. Na eleição seguinte, em 1998, foi reeleito. Quatro anos depois foi eleito deputado estadual pela primeira vez.

Em Nilópolis, além de ter atuado na vereança, candidatou-se à prefeitura em 2008, quando ficou na terceira colocação com 21,07% dos votos válidos (ou 20.571 votos).

Durante o seu segundo mandato como deputado estadual, por sua atuação na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), foi condecorado pelo governo da francês com o título de Personalidade do Futuro no Mundo.