Tarifa de energia do DF vai ficar 8,8% mais cara a partir de sexta

A tarifa de energia dos consumidores do Distrito Federal vai ficar, em média, 8,81% mais cara a partir de sexta-feira (22). A revisão tarifária extraordinária da CEB Distribuição foi aprovada nesta terça-feira (19) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Para os consumidores atendidos em baixa tensão, como residências e comércio, o aumento será de 8,78%. Já para as indústrias, a tarifa vai ficar 8,88% mais cara.

A concessionária tinha pedido um aumento que impactaria em 30% nas tarifas, segundo a Aneel. A empresa alegou estar em situação de “severo desequilíbrio econômico-financeiro” por causa de despesas extraordinárias com compra de energia. A Aneel não aceitou o pedido da CEB, pois provocaria “indesejável aumento tarifário”.

Em outubro deste ano, Aneel ainda deverá analisar o reajuste anual da distribuidora. A CEB atende 1,05 milhão de unidades consumidoras no Distrito Federal.