Risco Brasil por CDS de 5 anos salta ao maior nível desde dezembro de 2016

O Credit Default Swap (CDS), derivativo de crédito que protege contra calotes na dívida soberana, do Brasil subia 1,95 ponto na manhã desta terça-feira, 19, para 284,88 pontos, ante 279,43 pontos no fechamento de segunda-feira, 18, de acordo com cotações apuradas pela Markit. Trata-se do nível mais alto desde dezembro de 2016.

Analistas do mercado atribuem essa alta ao cenário mais incerto no exterior, com a escalada da tensão comercial entre os Estados Unidos e a China, e o processo de normalização da política monetária nos Estados Unidos e Europa, além de um ambiente doméstico mais conturbado, com eleição presidencial e economia fraca no radar.