Abertura pesada em Nova York limita reação positiva da Bolsa ao Copom

A Bovespa inicia os negócios em queda nesta quinta-feira (22) contaminada pelo sinal negativo que predomina em Wall Street em meio às renovadas preocupações com a escalada protecionista liderada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. 

Apesar da fraqueza nos primeiros negócios, o mercado recebe com otimismo a perspectiva de extensão do ciclo de queda da taxa básica de juros no Brasil, conforme indicou na quarta o Comitê de Política Monetária (Copom), em meio ainda ao contexto de um Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) mais gradualista na condução do aperto monetário nos Estados Unidos.

Às 10h30, o Ibovespa recuava 0,24%, aos 84.772,45 pontos, enquanto em Nova York os índices Dow Jones e S&P 500 exibiam perdas superiores a 1,0%, onde os investidores aguardam o anúncio por Trump de novas medidas comerciais contra a China, incluindo tarifas que podem afetar pelo menos US$ 30 bilhões em bens do gigante asiático.