Bolsas asiáticas fecham pregão sem direção única, com alguns mercados favorecidos por ações baratas

As bolsas do sudeste asiático encerraram o pregão desta quinta-feira (20) sem direção definida, com alguns mercados favorecidos pela busca dos investidores por ações barateadas nas últimas sessões. As tensões entre EUA e Coreia do Norte e a iminente eleição francesa também afetaram as operações.

Na China, o Xangai Composto subiu 0,04%, a 3.172,10 pontos, já o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,19%, a 1.928,78 pontos.

O mercado do país oscilou ao longo do dia com os boatos de que a bolsa local pretende ser palco de 500 ofertas públicas iniciais (IPOs) de ações este ano. O governo chinês anunciou que reduzirá a carga fiscal das empresas locais em até 380 bilhões de yuans (US$ 55,18 bilhões).

Já no mercado japonês, o Nikkei ficou praticamente estável, com leve recuo de 0,01%, a 18.430,49 pontos, mesmo com as informações de que as exportações do país tiveram desempenho bem melhor que o esperado em março, com alta de 12% na comparação anual.

Em outros mercados da região, o Hang Seng subiu 0,97% em Hong Kong, a 24.056,98 pontos. Em Seul, o sul-coreano Kospi subiu 0,50%, a 2.149,15 pontos. Em Manila, o PSEi registrou alta de 0,54%, a 7.563,45 pontos. Em Taiwan, o Taiex recuou 1,09%, a 9.639,94 pontos.