Preços do petróleo caem com aumento de produção dos EUA

Os contratos futuros dos barris de petróleo negociados em Londres e Nova York operam em baixa nesta segunda-feira (23), caindo pela primeira vez em três sessões conforme perspectivas de aumento da produção nos Estados Unidos pesavam sobre o mercado.

As empresas de energia norte-americanas tiveram na semana passada a maior alta no número de sondas de perfuração em atividade em quase quatro anos.

A produção de petróleo no país aumentou mais de 6% desde meados de 2016, embora permaneça 7% abaixo da máxima histórica de 2015. A produção está de volta aos níveis do final de 2014, quando a forte produção nos EUA contribuiu para um queda nos preços do petróleo.

Às 9h45 (de Brasília), o petróleo WTI para março, contrato mais líquido, caía 1,24%, a US$ 52,56 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). No mesmo horário, o Brent para março registrava baixa de 0,94%, a US$ 54,97 o barril, na ICE.

Às 13h44, o Brent cedia 0,92%, a US$ 54,98. Já o WTI perdia 1,37%, a US$ 52,49.