Bolsas asiáticas fecham novamente sem direção definida nesta sexta-feira

As bolsas asiáticas tiveram mais um dia de fechamento sem direção definida nesta sexta-feira (20), com as chinesas avançando na esteira de dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do país e outras partes da região influenciadas pela cautela por conta da posse do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump.

Na China, o índice Xangai Composto subiu 0,63%, a 3.123,14 pontos, enquanto o Shenzhen Composto registrou ganho de 1,52%, a 1.885,77 pontos.

Como os indicadores da China eram de expectativa, é possível que Pequim não conceda novos estímulos fiscais.

Em Tóquio, o Nikkei mostrou alta de 0,34%, a 19.137,91 pontos, embora os ganhos tenham sido limitados pelas dúvidas que antecedem o novo governo dos EUA. 

O índice Hang Seng, de Hong Kong, caiu 0,71%, a 22.885,91 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi apresentou baixa de 0,35% em Seul, a 2.065,61 pontos, e o filipino PSEi recuou 0,19% em Manila, a 7.232,66 pontos. Já o Taiex acompanhou o tom positivo da China continental e garantiu leve alta de 0,14% em Taiwan, a 9.331,46 pontos.

Na Oceania, a cautela com a posse do republicano Trump pesou na bolsa australiana e o índice S&P/ASX 200 caiu 0,7% em Sydney, a 5.654,80 pontos, fechando no menor nível desde o fim de dezembro.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais