Petróleos encerram em queda frente à expectativa de alta na produção dos EUA

Os contratos futuros dos barris de petróleo negociados em Londres e Nova York encerraram em queda nesta quarta-feira (18) diante da expectativa do mercado de que os produtores norte-americanos devem aumentar a produção.

A produção do petróleo de xisto deve reverter um declínio de três meses em fevereiro, segundo a Administração de Informação de Energia (EIA) dos Estados Unidos, conforme as empresas de energia aceleram a atividade de extração com os preços do produto se aproximando de altas de 18 meses.

No final do dia, o barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) encerrou cotado a US$ 51,08, em queda de 2,67%. O barril de petróleo Brent encerra com baixa de 2,79% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 53,92.

Às 9h39 (de Brasília), o petróleo WTI para fevereiro, contrato mais líquido, caía 1,45%, a US$ 51,72 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Por volta do mesmo horário, o Brent para março registrava baixa de 1,33%, a US$ 54,73 o barril, na ICE.

Às 14h50, o WTI para fevereiro operava em queda de 0,76%, a US$ 52,08. Já o Brent para março operava em queda de 0,63%, a US$ 55,12.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais