Inflação oficial tem a menor taxa para novembro desde 1998: 0,18%

No ano, o IPCA acumulou alta de 5,97%. Em 12 meses, o índice chegou a 6,99%

Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou de outubro para novembro, passando de 0,26% para 0,18%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este é o menor índice para os meses de novembro desde 1998, quando registrou queda de 0,12%. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (9).

O aumento da queda do preço dos alimentos, de -0,05% para -0,20%, impactou no resultado de novembro. Já a alimentação fora de casa subiu, mas reduziu a velocidade (de 0,75% para 0,33%).

Os preços relacionados a artigos de residência registraram recuo de -0,13% para -0,16%, influenciados pelos eletrodomésticos (-0,92%) e aparelhos de TV, som e informática (-0,92%).

>> Alimentos ajudam a reduzir inflação oficial em novembro

No ano, o IPCA acumula alta de 5,97%, abaixo da taxa de 9,62% registrada no mesmo período de 2015. Em 12 meses, o índice também perdeu força, chegando a 6,99%, depois de bater 7,87% nos 12 meses imediatamente anteriores.