Dólar opera em alta atento ao cenário político brasileiro

Bovespa opera em queda com ações de bancos entre as maiores baixas

O dólar opera em alta nesta quinta-feira (1), pressionado pelo cenário político brasileiro. A situação política conturbada preocupa os investidores porque pode atrapalhar a votação de importantes medidas econômicas no Congresso Nacional.

Outro fator de atenção é a reunião que acontece este mês do Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, para definir o rumo da taxa de juros no país. Há grande expectativas de elevação da taxa.

O movimento de alta do dólar também é reforçado pela cautela do mercado por alguma intervenção do Banco Central brasileiro no mercado de câmbio, apesar deste não ter anunciado qualquer movimento. 

Às 14h16, a moeda norte-americana operava em alta de 2,64%, a R$ 3,4734. 

Bovespa

A Bovespa opera em queda nesta quinta-feira (1º), com as ações de bancos entre as maiores baixas, com a nova fase da operação Zelotes envolvendo o Itaú Unibanco. O cenário político brasileiro também voltou ao radar.

Às 14h22, o pregão tinha queda de 2,04%, aos 60.643 pontos.

No mesmo horário, as ações do Itaú Unibanco recuavam mais de 3% tanto nas ações preferenciais quando nas ordinárias. Bradesco perdia quase 5% nas ações preferenciais e mais de 5% nas ordinárias. Banco do Brasil também perdia mais de 4%.

A Petrobras mudou de rumo e tinha leve alta, após alta de cerca de 10% na véspera do petróleo na véspera. A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) fechou seu primeiro acordo para corte de produção desde 2008 na quarta-feira (30), fazendo o preço do petróleo disparar nesta quarta-feira (30).

Na outra ponta, as ações da Vale lideravam as altas do índice, com valorização de mais de 5%, em sessão marcada pela alta nos preços do minério de ferro na China, após duas quedas seguidas.