Petróleo fica acima dos US$ 50 no fechamento da semana

Os barris de petróleo negociados em Londres e Nova York oscilam entre leves altas e baixas nesta sexta-feira (7), ainda acima dos US$ 50.  A queda muito superior a projetada nos estoques de crude dos EUA anima o mercado, da mesma forma que a expectativa de formalização do acordo da Opep em novembro.

Dados do Departamento de Energia, divulgados nesta quarta-feira (5), apontaram para uma queda de 2,9 milhões de barris de petróleo bruto na semana passada. Os inventários de gasolina avançaram, mas abaixo do esperado, em 222 mil barris. 

O ministro de Energia da Argélia disse nesta quinta-feira que a Opep pode cortar a produção de petróleo ainda mais que o apontado na última reunião, se for necessário.

O índice dólar avançava 0,3% durante a manhã, pressionado os preços da commodity. O dólar mais forte enfraquece a demanda pela matéria-prima. 

Às 9h23, o barril de Brent para dezembro negociado na International Exchange Futures (ICE), em Londres, tinha queda de 0,21%, a US$ 52,40. Já o barril de WTI para entrega em novembro, negociado no New York Mercantile Exchange (Nymex), em Nova Iorque, recuava 0,12%, a US$ 50,38.

Às 14h07, o barril de Brent caía 1,68%, a US$ 51,63. No mesmo horário, o barril de WTI tinha queda de 1,37%, a US$ 49,75.