Preços do petróleo têm alta com novos sinais sobre acordo e dados dos EUA

Os preços do petróleo registram alta nesta quarta-feira (6), com o mercado animado com a possibilidade de um acordo efetivo entre produtores da commodity, depois de declarações do Kuwait de que um consenso pode ser alcançado sem o Irã. A Arábia Saudita havia indicado no final de semana que congelaria a produção apenas se o Irã fizesse o mesmo, o que este tem garantido que não vai acontecer, até que ele retome os patamares de produção anteriores às sanções internacionais. 

Nawal al-Fezaia, governador do Kuwait na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), destacou à Bloomberg que os principais produtores não têm opção senão chegar a acordo. O encontro está marcado para o dia 17 de abril.

Outro dado que influencia o mercado é a queda nos estoques de crude nos Estados Unidos na semana passada.  

Às 8h54, o barril de Brent registrava alta de 2,43%, a US$ 38,79, na International Exchange Futures (ICE), em Londres. No mesmo horário, o barril do West Texas Intermediate (WTI), negociado no New York Mercantile Exchange (Nymex), em Nova Iorque, tinha acréscimo de 2,81%, a US$ 36,90.

Às 13h26, a produção do Mar do Norte avançava 5,10%, a US$ 39,80. No horário, o produto do Texas tinha valorização de 5,04%, a US$ 37,70.

Às 15h08, o Brent subia 4,59%, a US$ 39,51, enquanto o WTI se valorizava em 4,51%, vendido a US$ 37,51. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais