Preços do petróleo encerram semana em alta

Relatório da Agência Internacional de Energia animou investidores

Os preços dos barris de petróleo fecharam em alta nesta sexta-feira (11), garantindo a recuperação da semana. O relatório mensal da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) - que informou que a produção de petróleo em países não-integrantes da Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) deve cair 750 mil barris por dia - animou representantes do mercado ao longo do dia, alavancando a valorização.

O barril de Brent fechou a última sessão da semana com alta de 0,47%, cotado a US$ 40,34. Já a produção de WTI fechou com avanço de 1,74%, com cotação de US$ 38,50.

Analistas avaliam que a divulgação do governo norte-americano de que houve uma diminuição no número de plataformas em atividade nos Estados Unidos também influenciou a subida. A notícia entusiasmou investidores, já que há possibilidade de ocorrer uma diminuição na produção. O mercado também está na expectativa de queda na produção em países como Nigéria e Iraque.

Ao longo do dia, as altas se mantiveram em patamares próximos. Às 8h50, o preço do barril de Brent na International Exchange Futures (ICE) tinha alta de 1,52%, a US$ 40,66; enquanto o preço do barril do West Texas Intermediate, negociado em Nova Iorque, avançava 2,17%, a US$ 38,66.

Às 11h27, o petróleo do Mar do Norte tinha alta de 1,60%, a US$ 40,69, e o produto do Texas registrava valorização de 2,11%, a US$ 38,64.

Às 14h21, o barril de Brent estava cotado a US$ 40,47, com alta de 1,05%. No mesmo horário, produto de WTI tinha cotação de US$ 38,75, oscilando 2,40% para cima. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais