Petróleo registra queda nesta quinta em meio a dados sobre reservas nos EUA

O petróleo volta a se desvalorizar nesta quinta-feira (10), com o barril de Brent ainda acima dos US$ 40, após a leve alta registrada na véspera. A crescente procura por gasolina nos Estados Unidos levou as reservas do combustível para o valor mais baixo desde janeiro, enquanto as reservas de crude aumentaram em 3,88 milhões de barris, para um total de 521,9 milhões, de acordo com a Administração de Informação de Energia.

Às 8h50, o preço do barril de Brent na International Exchange Futures (ICE) tinha baixa de 0,95%, a US$ 40,68; enquanto o preço do barril do West Texas Intermediate, negociado em Nova Iorque, recuava 0,42%, a US$ 38,13.

Às 11h11, o petróleo do Mar do Norte registrava queda de 0,80%, a US$ 40,74; e o barril do Texas recuava 0,03%, a US$ 38,28. 

Às 12h15, a baixa do barril de Brent já era mais expressiva, em 2,05%, com o produto do Mar do Norte cotado a US$ 40,23; ao mesmo tempo em que o petróleo do Texas sofria uma baixa de 1,36%, a US$  37,77. 

Às 15h45, o barril de Brent recuava 1,63%, a US$ 40,40, enquanto o WTI caía 0,55%, vendido a US$ 38,08. 

Às 17h09, a produção do Mar do Norte caía 2,26%, a US$ 40,14. Já o produto do Texas desvalorizava 1,10%, a US$ 37,87.

No dia anterior, o barril de Brent para entrega em maio fechou em alta de 3,43% no mercado de futuros de Londres, a US$ 40,95. Já o WTI fechou com forte avanço de 4,38%, a US$ 38,29, o maior valor do ano.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais