Petróleos fecham abaixo de US$ 30 pela primeira vez em mais de uma década

Brent não ficava abaixo do patamar desde 2004,  WTI desde 2003

Os petróleos fecharam novamente em forte queda nesta sexta-feira (15), com os barris cotados abaixo de US$ 30 pela primeira vez em mais de dez anos. 

O iminente levantamento do embargo econômico ao Irã, resultado do acordo nuclear assinado entre Teerã e as potências ocidentais, resultará na entrada de milhões de barris do país (dono da quarta maior reserva de petróleo no mundo) no mercado internacional, já saturado com oferta em excesso. 

Fora isso, a economia chinesa segue dando sinais de desaceleração, reavivando os temores de que a diferença entre a demanda e a oferta de petróleo no mundo continue aumentando, o que favorece a queda dos preços.

O barril de Brent para entrega em março fechou em forte baixa de 6,7% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 28,94. Foi a primeira vez desde fevereiro de 2004 que o petróleo do Mar do Norte encerrou uma sessão abaixo de US$ 30. 

Já o barril do WTI encerrou a sessão de hoje em queda de 5,7%, com cotação a US$29,42. Foi seu pior resultado desde novembro de 2003. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais