Dólar sobe, com alta de juros nos EUA

Na véspera, moeda avançou 1,24%, a R$ 3,947, com a perda do grau de investimento do Brasil

O dólar abriu em queda nesta quinta-feira (17/12) e passou a subir por volta das 10h30, com os mercados do exterior e o doméstico, repercutindo a alta de juros nos EUA, a primeira desde 2006. 

Às 9h32, o dólar caía 0,75%, a R$ 3,8963.

Às 10h36, a moeda subia 0,32%, a R$ 3,8976.

O Banco Central volta a fazer leilões de linha de até US$ 500 milhões nesta quinta-feira à tarde e também faz oferta de até 11.260 contratos de swap cambial para rolagem do vencimento de janeiro, no fim da manhã.

Na quarta-feira, o dólar fechou em alta de 1,24%, a R$ 3,947, em reação à retirada da nota de investimento do Brasil, pela agência de classificação de risco Fitch, que é a segunda das três grandes agências de risco a colocar o Brasil em terreno especulativo: em setembro, a Standard & Poor's havia tirado a "nota de bom pagador" do país.