ANP diminui previsão de produção petrolífera no Brasil

A produção de petróleo no Brasil será de 4 milhões de barris por dia entre 2025 e 2026, de acordo com a previsão da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgada nesta quarta-feira (14) pela diretora-geral do órgão regulador, Magda Chambriard.

O número significa uma diminuição em relação à projeção anterior de 4,5 milhões de barris por dia em 2022. Segundo a executiva, a revisão é consequência da queda dos preços do petróleo no mercado global, levando as companhias do setor a alterar seus investimentos, priorizando os ativos mais lucrativos, o que deve trazer impactos para a produção no longo prazo.

"Por força da redução do preço do petróleo, o capital de giro das empresas, em geral, sejam elas pequenas, médias ou grandes, foi reduzido", afirmou Magda em evento da Organização Nacional da Indústria de Petróleo (Onip).

Segundo ela, o fraco resultado da 13ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios de óleo e gás, realizado pela ANP na semana passada, também é reflexo do recuo da commodity.


por Pedro Leite