Bolsas chinesas voltam a fechar em queda, desta vez de 1,13%

Perdas foram nos setores de equipamentos de tecnologia e hardware, viagens e lazer e tecnologia

As bolsas chinesas fecharam em queda de 1,13% nesta sexta-feira (31/7).  O índice Shanghai Composite caiu 1,13% aos 3.663,73 pontos. Na bolsa de Shenzhen, o SZSE Component recuou 0,18%.

As perdas foram nos setores de Equipamentos de tecnologia e hardware, Viagens e Lazer e Tecnologia.

Para impedir que turbulências afetem a economia, o Partido Comunista levou o banco central, o banco estatal de financiamentos, bancos comerciais, corretoras, gestores de fundos, seguradoras e fundos de pensão a comprar ações, ou ajudou a financiar suas compras, para sustentar os mercados de Xangai e Shenzhen.

Xangai voltou a abrir em queda ,depois de cair 2,20% na véspera.No início do pregão, o índice composto de Xangai retrocedia 0,63%, situando-se nos 3.682,43 pontos.  A Bolsa de Shenzhen perdia 0,18%, nos 2.124,33 pontos. Já o mercado de Hong Kong abriu em alta de 0,62%, nos 24.650,93 pontos.

Bolsas asiáticas fecham sem tendência definida

Em Tóquio, o índice Nikkei 225 fechou em alta de 0,30%, aos 20.585,24 pontos; no encerramento em Taiwan, o índice Taiwan Weighted avançou 0,16%, aos 8.665,34 pontos; em Seul, Kospi, subiu 0,55, aos 2.030,16 pontos; e em Cingapura, o Straits Time caiu 1,37%, aos 3.205,13 pontos.

No encerramento em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,52%.

Bolsas europeias abrem em alta

As principais bolsas da Europa abriram em alta nesta sexta-feira (31/7), mas reverteram ganhos anteriores e passaram a operar sem tendência definida, com os investidores atentos aos balanços corporativos, dados dos EUA, e à queda da Bolsa de Xangai. 

O índice seletivo DAX-30 da Bolsa de Valores de Frankfurt abriu em alta de 0,10%,aos 11.268,39; em Londres, o FTSE-100, avança 0,22%, aos 6.683,27; o principal indicador da Bolsa de Paris, o CAC-40, tem alta de 0,33%, aos 5.063,02 pontos; e o FTSE MIB, de Milão, avança 0,21%, aos 23.444,13 pontos.

Petróleo Brent abre em baixa

O barril de petróleo Brent para entrega em setembro abriu nesta sexta-feira em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, cotado a US$ 52,95, variação de 1,04% em relação à sessão anterior.