Bradesco tem lucro líquido de R$ 4,47 bilhões no segundo trimestre de 2015

O Bradesco, segundo maior banco privado do país, informou nesta quinta-feira (30/7) que lucrou R$ 4,47 bilhões, no segundo trimestre do ano, número 5,3% superior aos R$ 4,2 bilhões registrados nos três primeiros meses deste ano e 18,3% superior ao mesmo período do ano passado.

O lucro líquido contábil foi de R$ 8,71 bilhões no primeiro semestre de 2015. O valor é 20,7% superior ao resultado obtido no mesmo período do ano passado, quando o banco lucrou R$ 7,2 bilhões.

De acordo com informações divulgadas pelo banco, o aumento foi impulsionado por dois fatores. O primeiro foi o aumento das taxas nos empréstimos, que fez a receita com juros crescer 13,9% na comparação anual. O segundo foi a alta robusta das receitas com tarifas, como as de conta corrente e de cartões de crédito – elas evoluíram 14,8% na comparação ano a ano, chegando a R$6,12 bilhões.

No último dia 30 de junho, o valor de mercado do Bradesco era de R$ 142,0 bilhões, um crescimento de 5,4% em relação à mesma data do ano passado. O total de ativos do banco, em junho deste ano, atingiu R$ 1.030 trilhão, um crescimento de 10,6% em relação ao saldo de junho de 2014. Já o patrimônio líquido da instituição ficou em R$ 86,9 bilhões, um crescimento de 13,2% em relação a junho de 2014.