Bolsas chinesas fecham em queda de 2,20%

As bolsas chinesas encerraram o pregão desta quinta-feira (30/7) em queda de 2,20%. Em  Xangai, o índice Shanghai Composite caiu 2,20%, enquanto o Índice SZSE Component recuou 3,33%.

As perdas nas ações foram nos setores de Viagens e Lazer, Telecomunicações e Telefonia móvel.

A queda da bolsa veio apesar de as autoridades em Pequim terem vindo a público recentemente para garantir que darão apoio adicional aos mercados. 

De acordo com o Jornal Securities Times, que é controlado pelo People's Daily, o governo chinês está investigando a possibilidade de ter ocorrido uma venda "maliciosa" coordenada de ações na última segunda quando a bolsa fechou em queda de 8,48%. Ainda segundo o jornal, 35 empresas que estariam envolvidas no caso receberam notificação de que serão investigadas.

Os investidores aguardam também os resultados dos lucros das empresas chinesas e de Hong Kong, que devem ser divulgados na semana que vem. Segundo analistas, a expectativa é de que o crescimento seja fraco.

*Com informações do site Isto É Dinheiro