BC projeta aumento da dívida externa para o mês de maio 

O Banco Central (BC) aumentou a projeção da dívida externa brasileira para o mês de maio em US$ 2,4 bilhões no comparativo com o resultado apurado em março de 2015. Segundo relatório publicado nesta segunda-feira (22) pela instituição, a estimativa é de que a dívida externa brasileira atinja o valor de US$ 351 bilhões. 

Ainda segundo o relatório, a dívida externa estimada de longo prazo atingiu US$290,4 bilhões, elevação de US$123 milhões, enquanto o endividamento de curto prazo somou US$60,6 bilhões, acréscimo de US$2,2 bilhões no mesmo período.

Dentre os determinantes da variação da dívida externa de longo prazo no período, destacaram-se os empréstimos tomados pelo setor não financeiro, US$1,7 bilhão, as amortizações do setor financeiro, US$1,6 bilhão, bem como o aumento decorrente da variação por paridades, US$295 milhões. A variação da dívida externa de curto prazo no período foi explicada, principalmente, por empréstimos de curto prazo tomados pelo setor financeiro e não financeiro, US$1,1 bilhão e US$915 milhões, respectivamente.