Wärtsilä entrega primeiros equipamentos fabricados no país para sondas do pré-sal

O site Petronotícias informa nesta sexta-feira que a Wärtsilä vai entregar em breve os primeiros equipamentos fabricados no Brasil para sondas do pré-sal. A Wärtsilä inaugurou sua fábrica brasileira em março deste ano, no Rio de Janeiro, depois de investir cerca de € 20 milhões, e agora está prestes a entregar o primeiro lote de equipamentos fabricados na unidade. 

O presidente da Wärtsilä no Brasil, Robson Campos, conta que nas próximas semanas enviarão seis grupos geradores para Cingapura, onde serão instalados em sondas da Sete Brasil, cuja construção está sendo feita pela Jurong. A segunda leva de equipamentos produzidos na fábrica nacional será referente aos propulsores azimutais, que respondem pelo posicionamento dinâmico das embarcações, para as mesmas sondas, previstos para entrega em julho, na unidade da Jurong em Aracruz, no Espírito Santo. Os dois lotes fazem parte de uma série de encomendas que a empresa tem para a Sete Brasil, incluindo um total de 120 equipamentos até 2018. Ainda assim, Campos ressalta que a fábrica tem capacidade para triplicar a produção atual, caso haja demanda para isso.

No entanto, com a desaceleração do setor de óleo e gás em 2015, o executivo reconhece que este ano a área de energia deve ganhar mais espaço nos negócios da companhia, mas ainda estão à espera da divulgação do plano de negócios da Petrobrás para revisarem a própria estratégia no País. Já em relação ao setor elétrico, onde a empresa atua tanto com o fornecimento de equipamentos quanto com a operação de usinas térmicas, Campos conta que os planos para o futuro incluem a busca de oportunidades em outros tipos de fonte, como hidrelétricas e eólicas.


>> LEIA A ENTREVISTA COMPLETA