Desemprego entre jovens bate recorde na Itália

A taxa de desemprego entre os jovens italianos bateu novo recorde em agosto. Agora, 44,2% das pessoas entre 15 e 24 anos estão sem nenhum trabalho, segundo dados divulgados pelo Instituto Italiano de Estatísticas (Istat) nesta terça-feira (30).

O número é 1% maior do que julho e 3,6% maior do que agosto de 2013. Nesse dado não foram incluídos aqueles jovens "inativos", ou seja, os que não trabalham e nem procuram emprego por estarem estudando.

Analisando o quadro geral, o desemprego ficou em 12,3% no mês passado, uma redução de 0,3 pontos percentuais em relação a julho e de 0,1% em relação ao mesmo mês de 2013.

O Instituto de Pesquisas Europeu (Eurostat) divulgou os dados de desemprego na Europa. Segundo o órgão, a taxa do continente ficou em 11,5%, estável em relação a julho. Também na União Europeia a taxa ficou estável, em 10,1%.

Entre os jovens, a falta de emprego atingiu 23,3% em agosto e em julho estava em 23,2%. Na UE, ficou um pouco mais baixa, em 21,6%. A Itália ficou entre as três piores do continente na avaliação. Com seus 44,2% de desemprego entre os mais novos, só perde para a Espanha (53,7%) e para a Grécia (51,5%).