Ibovespa abre operando em queda, mas passa a apresentar variação positiva

Índice da Bolsa de Valores de São Paulo abriu operando em 0,17% negativos

A Bolsa de Valores de São Paulo abriu as negociações desta terça-feira (23) em baixa e após recuar até perder quase 1%, se recuperou e passou a apresentar variação positiva. Às 11h14, o Ibovespa, índice que reflete o desempenho médio das cotações das principais ações negociadas na BM&FBovespa, avançava 0,22% aos 56.942 pontos.

O quadro de altas era liderado pelas ações da Cemig, uma das principais concessionárias de energia elétrica do país, que subiam 2,34% às 10h46. Em seguida, as ações da Hering avançavam 2,16% e as ações da Estácio cresciam 2,13%. Light e Eletrobras também se destacavam, com altas de 2,06% e 2%, respectivamente.

O quadro de baixas era liderado pelas ações da Klabin, com perdas de 1,08% às 10h46. As ações PDG Realt ON NM recuavam 0,81% e as ações P. Açúcar-CBD PN N1 apresentava variação negativa de 0,78%.

Vale e Petrobras seguiam apresentando alta durante a manhã desta terça. As ações ON da Vale subiam 0,81% às 10h50 e as ações PNA avançavam 1,05%. No caso da Petrobras, ações ON tinham alta de 1,19% e as ações PN subiam 0,97%.

O dólar, que na véspera já havia atingido seu maior nível nos últimos sete meses, nesta terça seguia cotado em R$ 2,39 às 11h. A última vez que o dólar alcançou esse valor foi em fevereiro deste ano. A moeda vem avançando nos últimos 30 dias – no começo do mês, estava cotada em R$ 2,24 e segue subindo diariamente, se aproximando de R$ 2,40.

Wall Street opera com Dow Jones negativo

A Bolsa de Nova York seguia durante esta terça-feira (23) com seus índices sem direção única. Enquanto o índice Dow Jones recuava 0,11% aos 17.154 pontos, o índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,10% aos 4.532 pontos. O índice S&P 500 também apresentava baixa, com variação negativa de 0,04% aos 1.993 pontos.

Mercados europeus em baixa

Na Europa, o EuroFirst 300, que reúne as principais ações negociadas no continente, apresentava variação negativa de 1,03% aos 1.379 pontos. O índice, que encerrou a última semana positivo, já havia encerrado negativo na véspera. Os principais índices dos mercados dos países do continente também apresentavam variação negativa.

Em Londres, o FTSE 100 recuava 1,32% aos 6.684 pontos. O CAC 40 de Paris perdia 1,46% aos 4.377 pontos. Em Frankfurt, o índice Deutsche Borse AG HDAX perdia 0,97% aos 4.990 pontos. O FTSE MIB de Milão apresentava queda de 0,71% aos 20.526 pontos. Em Lisboa, o PSI 20 tinha baixa de 1,12% aos 5.823 pontos. Em Madrid, o IBEX 35 perdia 0,84% aos 10.856 pontos.

*Do programa de estágio JB