Senado norte-americano volta a rejeitar plano da Câmara dos Representantes

Washington – O Senado norte-americano, de maioria democrata, votou contra, na noite dessa segunda-feira, o plano republicano que evitaria a paralisação do governo federal, mas adiaria a entrada em vigor da reforma da saúde.

A decisão, que teve 54 votos a favor e 46 contra, mantém o impasse nas duas Casas, que discutem uma forma de evitar o bloqueio de acesso a fundos para o funcionamento do governo.

>> Paralisação das agências federais norte-americanas não ocorria há 17 anos

>> Paralisação do governo dos EUA pode afetar economia mundial, diz Cameron

Após a decisão do Senado, o órgão voltou a enviar à Câmara dos Representantes um plano que permita o acesso aos fundos, por parte do governo federal, sem alterar o plano de reforma da saúde.