Firjan: balança comercial do Rio fecha com superávit de US$ 221 milhões

A balança comercial fluminense fechou agosto com superávit de US$ 221 milhões depois de quatro meses consecutivos no negativo. As exportações do estado do Rio registraram o terceiro maior resultado do ano, US$ 1,7 bilhão, enquanto as importações apresentaram o menor volume desde janeiro: US$ 1,5 bilhão. Os dados são da nova edição do Rio Exporta, divulgado nesta terça-feira, 1° de outubro, pelo Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio).

No acumulado do ano, no entanto, a balança comercial fluminense acumulou déficit de US$ 2,5 bilhões. De janeiro a agosto de 2013, as importações fluminenses somaram US$ 15,1 bilhões, alta de 13% em comparação ao mesmo período do ano passado, crescimento impulsionado pelas compras externas de combustíveis e lubrificantes (US$ 4,5 bilhões), além de bens de capital (US$ 2,4 bilhões).

As exportações fluminenses recuaram 35% no acumulado do ano, somando US$ 12,6 bilhões, pressionadas pelo fraco desempenho das vendas de produtos básicos. Em oito meses, o estado do Rio já importou 74% do total de 2012 e exportou apenas 44% do registrado no ano passado. Na comparação com agosto de 2012, o cenário também é de queda: as exportações recuaram 41%% e as importações, 3%.