Confiança do empresário paulistano cai 3% em maio

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio no município de São Paulo caiu 3% em maio. O indicador passou de 120,6 pontos em abril para 117 em maio, em uma escala que varia de zero (pessimismo) a 200 pontos (otimismo). Os dados, divulgados hoje (25), são da da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

“A situação é reflexo da atual situação da economia, com a queda no ritmo de crescimento das vendas do varejo e a persistência das altas nos preços”, diz nota da entidade.

Entre os sub-itens que compõem o índice, a percepção dos comerciantes em relação às condições atuais da economia apresentou declínio de 7,2%. O item que apura a expectativa da economia brasileira caiu 5%, e a confiança em relação à própria empresa, 4,1%.

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio avalia a percepção dos empresários em relação ao seu segmento, à sua empresa e à economia do país. As entrevistas são feitas em um grupo fixo de empresas, com amostragem segmentada por setor (não duráveis, semiduráveis e duráveis) e por porte de empresa (até 50 empregados e mais de 50 empregados).