Inflação semanal avança na primeira prévia de junho

O IPC-S de 7 de junho de 2013 apresentou variação de 0,48%, 0,16 ponto percentual acima da taxa registrada na última divulgação da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Nesta apuração, seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. A principal contribuição partiu do grupo Alimentação (0,36% para 0,65%). Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento do item laticínios, cuja taxa passou de 2,25% para 2,38%.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos:

- Habitação (0,39% para 0,59%);

- Transportes (-0,19% para 0,01%);

- Vestuário (0,91% para 1,12%);

- Educação, Leitura e Recreação (0,28% para 0,35%); e 

- Comunicação (0,10% para 0,27%).

Para cada uma destas classes de despesa, vale citar o comportamento dos itens: tarifa de eletricidade residencial (-1,11% para -0,70%), tarifa de ônibus urbano (-1,34% para -0,13%), calçados masculinos (0,27% para 1,41%), passagem aérea (-1,49% para 4,27%) e tarifa de telefone residencial (-0,49% para -0,03%), respectivamente.

Em contrapartida registraram decréscimo em suas taxas de variação os grupos:

- Saúde e Cuidados Pessoais (0,72% para 0,60%); e 

- Despesas Diversas (0,20% para 0,01%).

Nestas classes de despesa, os destaques partiram dos itens: medicamentos em geral (1,16% para 0,54%) e serviço religioso e funerário (0,26% para -0,71%), nesta ordem.