Confiança dos comerciantes paulistanos aumenta, mas momento ainda é de cautela

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio no Município de São Paulo (Icec) aumentou 2,7% em fevereiro em comparação com o mês anterior. O índice passou de 114 pontos em janeiro para 117,1 em fevereiro, em uma escala que varia de 0 (pessimismo) a 200 pontos (otimismo).

Os dados, divulgados hoje (19), são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP). A análise da entidade destaca que o aumento é “alentador”, mas indica que ainda há cautela por parte dos empresários.

Segundo a entidade, a alta de 2,7% do índice é “alentadora” se for levado em conta o desempenho sazonal das vendas no início do ano, que geralmente é fraco. A Fecomercio-SP ressaltou que a recuperação da economia continua “mais modesta do que o esperado” e que, nesse cenário, o empresário do comércio permanece cauteloso em suas decisões de investimento. 

“Apesar de percepções menos otimistas sobre o momento atual, as perspectivas quanto ao futuro continuam robustas, principalmente no que diz respeito ao ímpeto de contratação de novos funcionários, sinalizando que o nível de atividade econômica tende a retomar um ritmo satisfatório ao longo do ano”, disse em nota a entidade.