Grupo L´Oréal encerra 2012 com crescimento do faturamento e do lucro  

O faturamento do Grupo L’Oréal em 2012 foi 5,5% maior, em dados comparáveis (ou seja, taxa de câmbio idênticas), do que o do ano anterior, alcançando o valor de 22,46 bilhões de euros. O destaque foi para os mercados emergentes, que pela primeira vez foram a região mais lucrativa, à frente da Europa e dos Estados Unidos. No Brasil, as iniciativas de Elseve Arginina Resist X3, dos óleos e das colorações capilares foram os principais responsáveis por uma melhora nas posições.

A Divisão de Produtos de Luxo registrou alta de 8,3%, seguida pela Divisão de Produtos de Grande Público (5%) e pelas divisões de Cosmética Ativa (5,8%) e Produtos Profissionais (2,1%).

Na América Latina,  L’Oréal teve um crescimento de +10,4% em dados comparáveis, com um aumento maior no segundo semestre. Em 2012, a L’Oréal se tornou líder de mercado no México, e expandiu suas posições no Chile, na Argentina e no Uruguai.

A L’Oréal acelerou a sua expansão nos países da América Central, e na Colômbia, com a aquisição da marca Vogue, líder do mercado de massa na categoria de maquiagens na Colômbia.

Jean-Paul Agon, presidente e CEO do Grupo L’Oréal, foi assertivo sobre os resultados: “2012 foi um bom ano para a L’Oréal em muitas frentes. O Grupo conseguiu um grande aumento  no faturamento e mais uma vez demonstrou a sua capacidade de superar o crescimento do setor,  conquistando participação de mercado mesmo nos mercados mais difíceis da Europa Ocidental e dos Estados Unidos.

2012 também foi marcado  pelas inovações, dentre as quais algumas das mais relevantes do setor – em cada uma das nossas Divisões e principais segmentos de negócios. O ano também representou um marco na aceleração da internacionalização do Grupo, uma vez que os “Novos Mercados” se tornaram a zona geográfica número um. Por último, os lucros e o fluxo de caixa tiveram um forte aumento, registrando níveis recorde e confirmando a força do nosso modelo de negócio.”