Fluxo cambial tem saldo negativo de US$ 1,46 bilhão em julho

A saída de dólares do país superou a entrada em US$ 1,461 bilhão em julho, até o dia 27, segundo informou hoje (1º) o Banco Central (BC). Se o resultado negativo no mês passado for confirmado, será a segunda vez no ano com fluxo cambial registrando maior saída que entrada de dólares.

Em maio, a saída líquida foi US$ 2,691 bilhões. Em junho, houve entrada líquida de US$ 318 milhões. No mesmo período de julho do ano passado, com 20 dias úteis, a entrada superava a saída em US$ 15,629 bilhões.

O saldo negativo apontado nos dados preliminares de julho é resultado do segmento comercial (operações relacionadas a exportações e importações). No mês passado, até o dia 27, a saída foi maior que a entrada no segmento comercial em US$ 1,907 bilhão.

Já o segmento financeiro (investimentos em títulos, ações, remessas de lucros e dividendos ao exterior, entre outras operações) registrou entrada líquida de US$ 446 milhões.

De janeiro até 27 de julho, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 21,483 bilhões. O fluxo financeiro teve entrada líquida de US$ 18,227 bilhões e o comercial, de US$ 3,256 bilhões.