Companhia aérea usa escândalo com prostitutas para fazer promoção de voo

A companhia aérea norte-americana Spirit lançou promoção satirizando o recente caso de escândalo de prostituição em Cartagena das Indias, na Colômbia, envolvendo agentes de segurança do presidente americano Barack Obama. 

Segundo o jornal USA Today, a campanha que mostra um agente, mulheres quase nuas e uma frase de duplo sentido - "More bang for your buck", ou algo como "Mais diversão para seu dinheiro" - , também vem sendo alvo de muitas brincadeiras em programas de TV americanos.

Na campanha, a empresa aérea oferece voos para Cartagena e outros destinos por US$ 19,80 o trecho com outra frase com alusão ao caso: "é solicitado pagamento adiantado". O Serviço Secreto dos EUA investiga acusações de que 11 agentes contrataram serviços de prostitutas poucos dias antes de Obama chegar em Cartagena para a Cúpula das Américas.

O caso veio à tona quando um agente se negou a pagar uma das prostitutas, que iniciou uma discussão e chamou a polícia.Nesta quarta-feira, o Serviço Secreto anunciou que três envolvidos estão sendo investigados e poderão deixar a agência por demissão ou aposentadoria. Embora a prostituição seja legal em certas áreas da Colômbia, recorrer a ela é considerado uma violação do protocolo dos agentes encarregados da segurança do presidente.