Pesquisa: previsão de alta do PIB tem leve elevação 

Brasília - O mercado financeiro aumentou a previsão de alta no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2013, que é a soma de todas as riquezas produzidas no País. Para as instituições financeiras, a economia brasileira deve crescer 4,3% no ano que vem, ante previsão anterior de 4,2%. As previsões foram divulgadas nesta segunda-feira pelo boletim Focus, do Banco Central (BC). Para 2012, a estimativa continua em 3,2%.

Ainda segundo a publicação, a estimativa de inflação para este ano subiu. A previsão é que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do País, deve ficar em 5,08%, contra previsão anterior de 5,06%. A estimativa de 2012 está fora do centro da meta perseguida pelo governo, que é de 4,5%. Para o ano que vem, as instituições financeiras mantiveram a previsão de 5,5%.

Apesar da alta na previsão de inflação, os bancos acreditam num crescimento menor dos preços administrados - produtos cujos valores são controlados pelo governo, como gasolina. Na última previsão divulgada pelo BC, as instituições apostam numa alta de 3,95%, percentual que baixou para 3,8%.