Fevereiro tem a 3ª pior geração de empregos da história 

Brasília - A geração de empregos formais em fevereiro atingiu 150,6 mil vagas em 2012, a terceira pior marca para o mês da história, segundo divulgou nesta sexta-feira o Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). A marca de fevereiro deste ano foi a pior desde 2009, o menor da série para o mês, com a geração de 47,8 mil postos de trabalho com carteira assinada.

Fevereiro também registrou número recorde de demissões: 1,589 milhão, contra 1,740 milhão de admissões (o segundo maior resultado para o mês). No acumulado do ano, foram gerados 294 mil novas vagas de trabalho com carteira assinada, segundo o Ministério do Trabalho.

Em termos setoriais, seis das oito áreas pesquisadas pelo Caged registraram aumento das vagas de trabalho. O setor de serviços teve o segundo maior saldo de vagas para fevereiro, com 0,6% de alta em relação a janeiro (ou 93,1 mil postos), seguido pela construção civil, com geração de 27,8 mil vagas, e indústria de transformação, que criou 19,6 mil postos.

Já o setor de comércio e o de agricultura tiveram mais demissões do que contratações em fevereiro: 6,6 mil e 425 vagas, respectivamente, foram fechadas no mês passado.