PIB grego cai 7% no quarto trimestre de 2011

O Produto Interno Bruto (PIB) grego registrou uma forte queda de 7% no quarto trimestre de 2011, em termos interanuais, segundo as primeiras estimativas publicadas nesta terça-feira pelo escritório de estatísticas grego.

Esta queda acontece depois de um retrocesso de 5% no terceiro trimestre, também em termos interanuais.

O orçamento para 2011 previa uma recessão de 5,5% que deve prolongar-se em 2012 pelo quinto ano consecutivo.

No último domingo, o Parlamento grego aprovou o plano econômico de austeridade solicitado pelos credores do país com o qual se ativará o resgate financeiro e sua manutenção na zona do euro.

A Grécia tem enfrentado dificuldades para refinanciar suas dívidas e despertado preocupação entre investidores de todo o mundo sobre sua situação econômica. Mesmo com seguidos pacotes de ajuste e ajuda financeira externa, o futuro da Grécia ainda é incerto.

O país tem hoje uma dívida equivalente a cerca de 142% do Produto Interno Bruto (PIB), a maior relação entre os países da zona do euro. O volume de dívida supera, em muito, o limite de 60% do PIB estabelecido pelo pacto de estabilidade assinado pelo país para fazer parte do euro.