Rússia quer organizar conferência sobre petróleo do Ártico

SÃO PAULO, 23 de setembro de 2010 - A Rússia está organizando uma conferência internacional sobre o Ártico, num momento em que a região se tornou cobiçada por vários países que querem explorar suas reservas de gás e petróleo. Os países que fazem limite com o Ártico têm questões de fronteira que põem em risco a exploração pacífica da área. E ONGs de defesa ambiental lutam para tentar restringir as operações de grandes petroleiras internacionais.

"Esperamos que o fórum contribua para a solução dos problemas atuais do Ártico", declarou Sergei Choigu, ministro para Situações de Emergência e presidente da Sociedade Geográfica da Rússia.

Cerca de 300 especialistas de 15 países discutirão até hoje os problemas do Ártico e possíveis compromissos. O premiê russo, Vladimir Putin, deve discursar hoje. Como a camada de gelo do Ártico está diminuindo por causa do aquecimento global, os países passaram a identificar oportunidades de exploração na região e estão em meio a disputas de fronteira.

(Redação - Agência IN)