Acordo facilita compra de equipamento e máquinas "limpas"

SÃO PAULO, 8 de junho de 2010 - As empresas que planejam investir em processos de produção mais limpa poderão financiar a compra de máquina e equipamentos pela linha de crédito Ecoeficiência. A nova fonte de financiamento é uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Caixa Econômica Federal. Conforme o convênio assinado nesta segunda-feira, 7 de junho, a Caixa financiará 100% do valor dos projetos.

O pagamento poderá ser feito em até 54 meses com carência de seis meses. Os empréstimos terão acréscimo da TR mais 1,92% ao mês. Os pedidos de financiamento de até R$ 10 milhões serão liberados em um prazo de 15 dias. "A Caixa já tem recursos disponíveis para o financiamento, e não existe limite máximo pré-estabelecido. O valor do financiamento vai depender da capacidade da empresa", disse o vice-presidente de Pessoa Física da Caixa Econômica Federal, Fábio Lenza.

O superintendente coorporativo da CNI, Antônio Carlos Brito Maciel, destacou que as empresas precisam de recursos de longo prazo para financiar a substituição de máquinas e equipamentos que permitirão a produção mais limpa. "Essa é mais uma iniciativa da CNI para ajudar as empresas a se adequarem à legislação ambiental", disse Maciel. Ele assinou o convênio com a presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Coelho.

Maciel explicou que, para ter acesso à Linha Ecoeficiência, as empresas devem elaborar um projeto de compra de máquinas e equipamentos que serão usados em atividades de produção limpa, como nos processos de tratamento de resíduos sólidos ou de reutilização de água. O projeto deve ser aprovado por órgãos ambientais e depois apresentado à Caixa Econômica, que definirá a liberação dos recursos.

Conforme a gerente da Unidade de Meio Ambiente da CNI, Grace Dalla Pria, a parceria com a Caixa reforça as ações da CNI para estimular a produção industrial sustentável. Além disso, a Confederação já mantém iniciativas na área de eficiência energética e oferece cursos para a elaboração de projetos de Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL). "O convênio com a Caixa coroa uma séria de iniciativas da CNI em prol da ecoeficiência", completou Grace. A assinatura do acordo com a Caixa é parte das comemorações do Dia Internacional do Meio Ambiente, que ocorreu em 5 de junho.

(Redação - Agência IN)