Queda na inadimplência do consumidor entre janeiro e abril

JB Online

SÃO PAULO - O indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor registrou queda quadrimestral de 5,2% em relação ao mesmo período de 2009, o maior declínio para os primeiros quatro meses do ano desde o início do indicador, em 2000. O índice também revelou quedas de 1% na comparação mensal, entre abril e março de 2010, e de 0,6% na variação anual, entre abril de 2010 e abril de 2009.

Os menores níveis de inadimplência decorrem dos impactos conjunturais do forte crescimento econômico sobre a evolução do emprego e da renda, da normalização da oferta de crédito ao consumidor e do maior estímulo à renegociação de dívidas.

Para os próximos meses, a elevação da taxa Selic, determinando o crédito mais caro já em maio, e a perspectiva de novas correções da taxa básica de juros, juntamente com o maior endividamento do consumidor, devem criar pressões sobre a inadimplência no segundo semestre.