Mercados emergentes apostam no comércio exterior

SÃO PAULO, 12 de maio de 2010 - O panorama geral da segunda edição da pesquisa com pequenas e médias empresas sobre a confiança do empreendedor no comércio exterior, apresenta resultado positivo, de 116 pontos, seis a mais do que na última pesquisa, realizada em outubro de 2009. A média obtida junto aos países desenvolvidos foi de 106 pontos, enquanto o resultado obtido nos países emergentes foi de 122 pontos.

Este dado mostra que a confiança no setor se manteve acima da média, principalmente em mercados emergentes. O Brasil apresenta nível de confiança superior à média global, ficando atrás apenas dos resultados obtidos nos Emirados Árabes, Índia e Vietnã.

Os empreendedores brasileiros mostraram ter visão positiva em relação aos demais: 35% dos entrevistados acreditam em crescimento moderado e 35% em crescimento significativo. A soma destes resultados indica que 70% dos entrevistados no país acreditam no crescimento do volume das operações de comércio exterior, avanço de 24% em relação a última pesquisa.

A maioria dos entrevistados na América Latina (64%), Oriente Médio (63%) e Índia (61%), assim como o Brasil, espera aumento no volume de operações de comércio exterior para os próximos seis meses.

O relatório foi elaborado pelo grupo HSBC e é representado por um índice que varia de zero a 200, em que 200 representa o mais alto nível de confiança; zero o mais baixo e 100, neutro.

(Redação - Agência IN)