Dólar assume viés de baixa após números do payroll

SÃO PAULO, 8 de janeiro de 2010 - O dólar comercial, que chegou a subir a R$ 1,75 nas primeiras horas do dia, assumiu tendência de queda após a divulgação dos números do payroll. No fim da manhã, a moeda norte-americana cedeu 0,52%, vendida a R$ 1,736.

Apesar da taxa de desemprego ficar em linha com o estimado, 10% no mês de dezembro, o payroll surpreendeu negativamente ao registrar perda de 85 mil postos de trabalho no mês passado ante estimativas de estabilidade. O destaque no relatório ficou com a revisão do índice em novembro, passando de queda de 11 mil para um crescimento de 4 mil postos de trabalho - primeira variação positiva desde dezembro de 2007.

Na visão de Inês Filipa, economista da ICAP Brasil, a queda trouxe um viés negativo aos mercados, por mostrar contração do emprego em um mês onde sazonalmente as oportunidades de trabalho aumentam. A reação do mercado foi imediata, revertendo a tendência moderada de alta das bolsas. No entanto, a desvalorização dos índices futuros norte-americanos é limitada pela manutenção do desemprego em 10% e pela variação positiva do payroll em novembro.

"A expectativa é de recuperação moderada do payroll ao longo do primeiro semestre deste ano, tendo provavelmente atingindo o pico de baixa no final de 2009. Neste cenário, os juros devem permanecer inalterados pelo menos até a primeira metade de 2010", avalia Inês.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)