Serasa: 2009 tem menor número de falências desde 2005

Portal Terra

SÃO PAULO - Em 2009, foram decretadas 908 falências de empresas em todo o país -o número mais baixo desde a promulgação da Nova Lei de Falências, em junho de 2005 -, de acordo com levantamento da Serasa Experian divulgado nesta quinta-feira.

Mesmo enfrentando os desafios da crise financeira, as microempresas reduziram sua participação no total de falências para o menor nível desde o início da pesquisa, a 91,5%. A representatividade das microempresas no indicador atingiu 97,7% em 2005 e 92,2% em 2008.

Segundo economistas da Serasa, as médias empresas sofreram mais com a crise, em razão da recessão nos mercados internacionais e da valorização do real, e apresentaram seis falências a mais que em 2008.

Os pedidos de falência aumentaram de 2.243 em 2008 para 2.371 no ano passado. - Os requerimentos de falência foram muito utilizados, ora como instrumento de cobrança, ora como consequência das dificuldades que as empresas passaram com o crédito restrito - afirmou a Serasa Experian.

Para evitar as falências, as empresas nacionais preferiram utilizar as recuperações judiciais, que dobraram de número no ano passado, de 312 em 2008 para 670. As recuperações concedidas triplicaram de 32 no ano anterior para 101 em 2009.