STJ julga recurso sobre empréstimo compulsório da Eletrobrás

Agência Brasil

BRASÍLIA - A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve analisar quarta-feira o recurso especial que discute a prescrição do pedido de devolução do empréstimo compulsório de energia feito pela Eletrobrás entre 1977 e 1993. A ação questiona a forma como a estatal remunerou os créditos obtidos por empresas que tiveram de pagar empréstimos compulsórios nesse período.

O processo tem como recorrentes a empresa Máquinas Condor S/A, a Fazenda Nacional e a própria Eletrobrás. De acordo com o STJ, o resultado do julgamento terá ampla repercussão porque pode representar um impacto de bilhões aos cofres da estatal de energia. Além disso, o STJ vai aplicar a Lei dos Recursos Repetitivos e a decisão servirá como referência para os tribunais do país em processos que tratem de questões semelhantes.

O Recurso Especial 1.028.592, que tem como relatora a ministra Eliana Calmon, está na pauta do STJ desde o início de 2008 e ficou parado desde outubro do ano passado por um pedido de vista do ministro Benedito Gonçalves.