Vale pode cortar capacidade de produção em 25%

SÃO PAULO, 28 de abril de 2009 - A Vale, maior mineradora de minério de ferro do mundo, pode cortar em até 25% a sua capacidade de produção em 2009, afirmou Michael Zhu, presidente da unidade chinesa da empresa, durante a conferência Metal Bulletin, em Beijing. A idéia é encerrar operações de minas que produzem a commodity com menor qualidade e com maior custo.

Segundo Zhu, a Vale pretende cortar custos e ampliar o número de consumidores para conter os efeitos da desaceleração da economia global. Segundo o Citigroup, a mineradora brasileira Vale é atualmente o player mais agressivo no mercado de minério de ferro spot na China. Para a equipe de análise, as siderúrgicas chinesas podem planejar redução entre 40% a 50% no preço do minério.

Desde outubro do ano passado a Vale as suas rivais têm presenciado uma forte redução dos pedidos de minério por parte das siderúrgicas. Em janeiro, a Vale disse que a produção de minério de ferro havia caído 26% durante o quarto trimestre de 2008.

A China, maior consumidora da commodity, tem buscado mais minério importado depois de encerrar várias minas domésticas, que possuem maior custo de produção. Para Zhu, tal fato contribuiu para uma alta das importações em março. Os papéis da Vale operam em leve queda de 2% nas negociações do pre market em Nova York.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)