Siderúrgicas chinesas e mineradoras acertam corte no minério

REUTERS

PEQUIM - As siderúrgicas chinesas e as mineradoras globais aceitaram cortar de maneira acentuada os preços dos contratos de fornecimento de minério de ferro, mas ainda negociam o tamanho final da redução, informou uma associação da indústria nesta terça-feira.

O vice-diretor da Associação de Ferro e Aço da China, Luo Bingsheng, afirmou a jornalistas que as partes concordaram com a queda nos preços nos novos contratos anuais de fornecimento da commodity.

- As duas partes concordaram que os preços (do minério de ferro) devem cair drasticamente. O foco agora está no tamanho da redução de preço e isso ainda será discutido - disse Luo.

Ele acrescentou que portos chineses têm em estoque 70 milhões de toneladas de minério de ferro importado, ante inventários considerados normais de 30 milhões de toneladas.

Luo informou ainda que a associação sugeriu medidas de controle da produção de siderúrgicas de pequeno e médio portes, uma vez que a produção de aço bruto da China excedeu a demanda no primeiro trimestre.