Queda do spread no BB começa após reunião do Copom

REUTERS

BRASÍLIA - O Banco do Brasil vai começar a reduzir seus spreads nos empréstimos ainda nesta semana, após a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), afirmou nesta terça-feira o presidente do banco, Aldemir Bendine.

- É natural que cada vez que a taxa Selic caia, a taxa de juros ao tomador final caia - disse Bendine a jornalistas, acrescentando que a queda já incluirá a diminuição do spread aplicado pelo banco nos empréstimos.

Bendine foi indicado pelo governo federal no início do mês para substituir Antonio Francisco de Lima Neto na presidência do banco com a missão de reduzir o spread. O termo refere-se à diferença entre a taxa que um banco paga para captar recursos e que a cobra de seus clientes na concessão de crédito.

Na quarta-feira, o Copom deve promover um novo corte na taxa básica de juros, hoje em 11,25 por cento ao ano.